CPC brasileiro em inglês

Em set/2017, a Editora JusPodivm apresentou mais uma excelente novidade: o Código de Processo Civil brasileiro traduzido para a língua inglesa. Conforme destacado pelos professores Fredie Didier Jr. e Teresa Arruda Alvim, coordenadores da obra, “Muitos contribuíram para a versão final desta tradução, que já leva em conta as recentes alterações no texto do Código,

Continue lendo

Pílulas jurídicas. Execução penal e prisão domiciliar

“O Superior Tribunal de Justiça tem decidido que é possível a concessão de prisão domiciliar ao sentenciado, em cumprimento de pena em regime fechado ou semiaberto, quando comprovada sua debilidade extrema por doença grave e a impossibilidade de recebimento do tratamento adequado no estabelecimento prisional” (STJ, 5ª Turma, HC 365.633/SP, Rel. Min. Ribeiro Dantas, j.

Continue lendo

Pílulas jurídicas. Interceptação telefônica e teoria do juízo aparente

“O pedido de interceptação telefônica deve ser formulado perante o juízo aparente, ou seja, aquele que, diante das informações coletadas até o momento, aparenta ser o competente para a ação penal” (STJ, 5ª Turma, RHC 73.829-CE, Rel. Min. Reynaldo Soares da Fonseca, j. 23.05.2017). Obs.: no mesmo sentido, STJ, 6ª Turma, HC 367.956/AC, Rel. Min.

Continue lendo

Autoridade Central

A cada dia aumenta o número dos acordos bilaterais e multilaterais de cooperação jurídica internacional em matéria penal. Essa expansão quantitativa também contribui para a expansão qualitativa da persecução criminal transfronteiriça. É possível apontar ao menos três aportes qualitativos: a) segurança jurídica mediante a previsão das hipóteses e termos aos quais os Estados-partes se comprometeram

Continue lendo

19 de abril, multiculturalismo e direito à diversidade linguística

O desaparecimento de vários idiomas indígenas está estreitamente ligado à usurpação das suas terras e à assimilação da cultura da sociedade dominante. Como resultado dessa equação tem-se a morte de inúmeros índios decorrente da luta por terras tradicionais. Os indígenas perderam territórios, mas essa ocupação ultrapassou os limites físicos, impingindo-lhes também a perda de espaços

Continue lendo

Extradite ou processe

Se brasileiro nato for criminalmente investigado ou condenado no exterior, não será possível extraditá-lo do Brasil para aquele Estado estrangeiro a fim de que lá responda ou cumpra sua pena, nem será possível em nosso País a homologação da sentença para execução penal de sanções privativas de liberdade, restritivas de direito ou pecuniárias impostas pela

Continue lendo

Crime doloso contra a vida de civil cometido por militar federal em serviço. Competência. Fundamentos normativos

No final de out/2015, alunos de Direito das Faculdades Santa Cruz, em Curitiba, realizaram a 3ª edição do Júri Simulado, sob a orientação dos professores Daniel Takey e Adriano Ferreira. Acompanhei de Brasília/DF, com admiração, as notícias e fotos do “julgamento” a partir do site das FARESC e pelo Facebook. Não sei qual foi o caso levado

Continue lendo

Lesão corporal gravíssima. Reparação da deformidade permanente por meio de cirurgia descaracteriza a qualificadora?

Lesão corporal qualificada por deformidade permanente foi tema do qual tratei no post Tatuagem, lesão corporal e Porto Feliz (clique aqui para lê-lo). Retomo brevemente o assunto devido à importante decisão do Superior Tribunal de Justiça em relação à ausência de repercussão de procedimento cirúrgico reparador na configuração do delito do art. 129, § 2º, IV, CP (lesão

Continue lendo

Semana Jurídica da Uniguaçu

Começou ontem (10/ago) a Semana Jurídica da Uniguaçu, em União da Vitória/PR. A conferência de abertura ficou por conta do professor Paulo César Busato (UFPR), que expôs ideias sobre “Um novo Direito Penal humanista a partir da filosofia da linguagem”. Dos assuntos que serão abordados, destaco o da professora Mônica Martins Algauer, que em 13/ago tratará da colaboração premiada sob dupla perspectiva,

Continue lendo

No Planalto Central

“A vida é feita de chegadas e partidas…” Em abr/2004, então recém-formado em Direito pela UEFS, parti de Salvador para Curitiba para trabalhar como assessor jurídico do Ministério Público Federal. Foram quase 11 anos na região Sul do Brasil. Desde a última quarta-feira, dia 07.01.2015, estou no Planalto Central. Passei a compor o competente time

Continue lendo